Atendimento
(92) 3343-3970
(92) 99166-5519

Dispepsia

O aparecimento de sintomas dispépticos é um dos problemas clínicos mais frequentes, afetando mais de 15% da população ocidental dependendo do país estudado.

O que é?

Dispepsia, geralmente designada por má digestão ou gastrite, é um conjunto de sintomas que se manifesta na topografia do estômago (região epigástrica), entre o umbigo e o tórax. Engloba dois subgrupos distintos: por um lado, a sensação de dor ou queimação na região epigástrica e, por outro, a ocorrência de dificuldade de digestão, seja traduzida por saciedade precoce e plenitude pós-prandial. Por saciedade precoce entende-se a sensação de enchimento rápido do estômago após início da refeição, desproporcional à quantidade de alimentos ingeridos e impedindo a continuação da refeição. A plenitude pós-prandial corresponde à sensação desagradável de persistência prolongada dos alimentos no estômago. Náuseas, eructação e distensão do abdome superior estão frequentemente associados. Paciente com doença do refluxo gastroesofágico e síndrome do intestino irritável apresentam frequentemente dispepsia associada.

O aparecimento de sintomas dispépticos é um dos problemas clínicos mais frequentes, afetando mais de 15% da população ocidental dependendo do país estudado. No Brasil, estudos epidemiológicos mostraram que em torno de 40% da população apresentam sintomas dispépticos. Apesar de raramente tratar-se de uma enfermidade maligna, muitos pacientes apresentam sintomas incomodativos que os motiva a procurar de ajuda médica, pois a dispepsia pode prejudicar significativamente a qualidade de vida.

O que causa a dispepsia?

O aparecimento de dispepsia pode resultar de diferentes doenças digestivas, em particular  doenças que afetam o estômago e duodeno (primeira porção do intestino). Uma das situações mais representativas é a úlcera péptica gástrica ou duodenal. Esta doença pode resultar do uso de medicamentos, como os analgésicos e anti-inflamatórios. Porém, a maioria dos casos são causados pela infecção do estômago por uma bactéria, o Helicobacter pylori. Em alguns doentes, os sintomas podem ter origem em outros órgãos, surgindo, por exemplo, em consequência de doença pancreática ou de cálculos biliares (pedra na vesícula). É relativamente raro, especialmente e pessoas com idade inferior a 35 anos, que dispepsia esteja relacionada com doenças malignas, como o câncer gástrico. A maioria dos casos de dispepsia é decorrente de um distúrbio o qual pode surgir mesmo sem doenças subjacentes. Esta enfermidade é chamada de dispepsia funcional. Porém,  somente seu médico é capaz de diferenciar a dispepsia funcional (condição sempre benigna) de uma doença orgânica (úlceras, tumores, cálculos biliares, etc.).

Tratamentos

Atendimento Online

Não estamos online no momento, mas envie uma mensagem offline.

Perguntas, problemas ou sugestões. Gostaríamos de ajuda-lo (a)!

Aperte enter para começar